Facebook

Twiiter
YouTube

Garantir os direitos dos trabalhadores de TIC e buscar ampliar e fortalecer as relações trabalhistas, esse objetivo da emenda apresentada pelo deputado Federal Zé Silva (Solidariedade/MG), aprovada pela comissão mista do Senado Federal que analisa a Medida Provisória 774/2017."Suprimir exatamente o ponto em que a MP retira a desoneração para o setor de TI", esclarece o deputado Zé Silva17630095 1336179486429150 7995618759389810213 n

 

Emenda - Garante a manutenção da contribuição previdenciária patronal sobre a receita bruta, com alíquota de 4,5%, para as empresas de TI e TIC, visa estimular o emprego formal, a lealdade concorrencial, e a competitividade internacional do trabalhador brasileiro.Eu entendo que esse é um segmento extremamente dinâmico da economia. E para o Brasil poder se modernizar é preciso que esse setor continue tendo o tratamento que recebia, com a desoneração. Como já foi aprovado na Comissão Mista, eu tenho certeza de que nós vamos conseguir emplacar em plenário também.

 

De acordo com o deputado Zé Silva as tecnologias da Informação e da Comunicação (TIC), têm contribuído significativamente para as diversas áreas de conhecimento, permitindo o armazenamento e o processamento de grandes volumes de dados, a automatização de processos e o intercâmbio de informações e conhecimento. Seu grande potencial pode agregar valor e benefício para as diversas áreas de negócios, mercado, agricultura e meio ambiente.

 

Conheça a Medida Provisoria: 

Com pé na estrada! Em Jaíba, participei hoje, de importante encontro com cerca de 400 assentados da reforma agrária, e juntamente com representantes do Incra, apresentamos a nova dinâmica do Instituto.jaiba

 

A regularização fundiária ocupacional e a titularização são os principais anseios dos assentados, no encontro, falei da importância da minha emenda à MP 759 que assegura o crédito fundiário, além, de anunciar recursos para o abastecimento de água e recuperação das estradas.

 

Outro importante anúncio refere-se a perspectivas de desconto de 60% a 95% para quitação das suas dívidas.

 

No encontro presente: Secretário Substituto da Secretária de Agricultura Familiar (SAF), Everton Augusto Paiva Ferreira, Superintende Adjunto do Incra, Zé Filho, Chefe da Unidade Avançada do Incra em Montes Claros, Wenderson, Vereador Valdomiro do Solidariedade e demais vereadores, além do ex-prefeito Jimmy Murça, prefeito Reginaldo , deputado Estadual Gil Pereira, Pio ex-vereador, representantes de sindicatos rurais e lideranças políticas.

O deputado Zé Silva (Solidariedade/MG), promoveu diversas ações dentro e fora da Câmara dos Deputados, para a conclusão da BR 135, trecho que liga Monte Rei Montalvânia e Manga, juntamente com o deputado Estatual Arlen Santiago.br 135 23

 

Em 2013 apresentaram a demanda da população durante audiência no Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) no sentido de viabilizar recursos para o asfaltamento da rodovia. Presentes na reunião prefeitos e vereados.

 

O deputado Zé Silva esteve com o ministro dos Transportes, Mauricio Quintella, que deu autorização para o reinicio da obra.

 

A ação efetiva para a conclusão da obra, contou com o apoio de lideranças regionais, prefeitos, vereadores e moradores da região.

 

BR 135- Estrada de integração nacional, que liga região Sudeste ao Norte, a obra estimulará a escoamento de produção de alimentos da agricultura familiar, geração de emprego e renda, além de facilitar o acesso dos habitantes aos mercados e serviços sociais básico como escolas, hospitais, espaços de lazer.

 

A entrega de obras consideradas essências para melhorar a infraestrutura brasileira, promovendo segurança nas estradas, melhorando a qualidade de locomoção da população, e consequentemente, ampliar e competitividade do Pais, estão na pauta da Comissão de Obras Paradas, coordenadas pelo deputado Zé Silva na Câmara dos Deputados. “É de extrema importância que o governo federal catalogue as obras que estão paradas e verifique quais os motivos da paralisação. Em Minas Geras são diversas as obras, como a BR 251, 367, 381, entre diversas outras, estou trabalhando para que a conclusão dessas e de outras obras sejam concluídas”, Zé Silva

 

“A finalização dessa importante obra colocou um fim no sentimento de esquecimento presente há anos na vida de muitos mineiros", deputado Zé Silva site HOJE

 

Em 4 de setembro, 2013 audiências com prefeitos e vereadores no DNIT para viabilizar recursos para o asfaltamento da Rodovia.

https://www.facebook.com/deputadofederalzesilva/photos/a.251957674863060.62525.223832637675564/567165173342307/?type=3

http://www.gazetanortemineira.com.br/noticias/politica/obra-da-br-135-entre-manga-e-montalvania-deve-ser-concluida-no-proximo-mes

https://www.facebook.com/deputadofederalzesilva/photos/a.251957674863060.62525.223832637675564/866433963415425/?type=3&theater

 

Em visita a obra dia 25 de junho de 2016, com o deputado Estadual, Arlen Santiago, Dr.José Ornelas Superintendente do DNIT, Fabiano Martins e vereadores durante visita à obra em 2016.

https://www.facebook.com/deputadofederalzesilva/photos/a.251957674863060.62525.223832637675564/1091057134286439/?type=3&theater

 

Durante audiência em Brasília, 18 de agosto de 2016, com ministro dos Transportes, Mauricio Quintella, pedindo agilidade para a liberação da BR 135.

http://www.zesilva.com.br/index.php/noticias/710-dnit-atende-solicitacao-do-deputado-ze-silva-e-comeca-a-recuperar-br-136

 

 

 

 

 

 

 

Zé Silva*
O Brasil, infelizmente, ainda carece muito de políticas para apoio e desenvolvimento de ações de fomento ao empreendedorismo da nossa juventude. Em razão dessa carência, temos reivindicado no Congresso Nacional que os governos federal e estaduais, pelo menos, sejam mais ativos na criação e implementação dessas políticas para os mais de 51 milhões de jovens na idade entre 15 e 29 anos.jovens

Vão nesse sentido de apoio aos jovens alguns projetos de Lei de nossa autoria que tramitam na Câmara. Entre eles, o que determina reserva de vagas em cursos de graduação em Ciências Agrárias, em instituições federais, para filhos de agricultores familiares que cursarem integralmente o ensino médio em escolas do meio rural ou em escolas técnicas agrícolas. O projeto cria a Universidade Federal do Sertão, com sede em de Patos, na Paraíba, e a nossa indicação é de criação da Universidade Internacional do Semiárido, em Montes Claros.

Esse nosso trabalho de apoio à juventude vem desde 2004, quando, na presidência da Emater-MG, criamos e implementamos o programa “Transformar Minas com a Juventude Rural”, voltado para jovens de comunidades rurais, setores mais carentes que o meio urbano de apoio e políticas focadas em seu ambiente e condições de vida.

Com o programa, milhares de jovens de todas as regiões mineiras tiveram cursos de capacitação profissional, formação para a cidadania e apoio com fomento e projetos técnicos para se iniciarem em atividades profissionais. Infelizmente, são projetos que não tiveram continuidade, e isso, com certeza, dificulta a formação de capital humano no campo, com todas as suas consequências, como migração desenfreada e mais desafios para inovações na tecnologia e economia agrícolas.

E ainda por cima, os poucos programas existentes para a juventude não têm uma divulgação adequada e na medida necessária ao seu conhecimento. Isso acontece, por exemplo, com o programa do governo federal “ID Jovem – Identidade Jovem”. Criado em outubro de 2015, o ID Jovem apoia os brasileiros entre 15 e 29 anos com renda familiar de até dois salários mínimos devidamente cadastrados com o NIS – Número de Identificação Social, com ações de inclusão social e melhoria de sua qualidade de vida. Mais informações sobre o ID Jovem, deve-se acessar os endereços Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou o site www.juventude.gov.br.

(*) Agrônomo, extensionista rural, deputado federal pelo Solidariedad.e/MG

 

Zé Silva*
O Brasil, infelizmente, ainda carece muito de políticas para apoio e desenvolvimento de ações de fomento ao empreendedorismo da nossa juventude. Em razão dessa carência, temos reivindicado no Congresso Nacional que os governos federal e estaduais, pelo menos, sejam mais ativos na criação e implementação dessas políticas para os mais de 51 milhões de jovens na idade entre 15 e 29 anos.jovens

Vão nesse sentido de apoio aos jovens alguns projetos de Lei de nossa autoria que tramitam na Câmara. Entre eles, o que determina reserva de vagas em cursos de graduação em Ciências Agrárias, em instituições federais, para filhos de agricultores familiares que cursarem integralmente o ensino médio em escolas do meio rural ou em escolas técnicas agrícolas. O projeto cria a Universidade Federal do Sertão, com sede em de Patos, na Paraíba, e a nossa indicação é de criação da Universidade Internacional do Semiárido, em Montes Claros.

Esse nosso trabalho de apoio à juventude vem desde 2004, quando, na presidência da Emater-MG, criamos e implementamos o programa “Transformar Minas com a Juventude Rural”, voltado para jovens de comunidades rurais, setores mais carentes que o meio urbano de apoio e políticas focadas em seu ambiente e condições de vida.

Com o programa, milhares de jovens de todas as regiões mineiras tiveram cursos de capacitação profissional, formação para a cidadania e apoio com fomento e projetos técnicos para se iniciarem em atividades profissionais. Infelizmente, são projetos que não tiveram continuidade, e isso, com certeza, dificulta a formação de capital humano no campo, com todas as suas consequências, como migração desenfreada e mais desafios para inovações na tecnologia e economia agrícolas.

E ainda por cima, os poucos programas existentes para a juventude não têm uma divulgação adequada e na medida necessária ao seu conhecimento. Isso acontece, por exemplo, com o programa do governo federal “ID Jovem – Identidade Jovem”. Criado em outubro de 2015, o ID Jovem apoia os brasileiros entre 15 e 29 anos com renda familiar de até dois salários mínimos devidamente cadastrados com o NIS – Número de Identificação Social, com ações de inclusão social e melhoria de sua qualidade de vida. Mais informações sobre o ID Jovem, deve-se acessar os endereços Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou o site www.juventude.gov.br.

(*) Agrônomo, extensionista rural, deputado federal pelo Solidariedad.e/MG

Subcategorias